Parintins em Destaque
O Jornal Popular da Ilha

1ª Unidade de Referência Tecnológica para Criação de Galinha Caipira em Sistema Semi-intensivo é implantada em Barreirinha

A expectativa do secretário interino da Sempa, Gilvan Seixas, é que dentro de vinte semanas a produção gerada por esse sistema possa ajudar no abastecimento de ovos aos consumidores do município.

O projeto desenvolvido pela Secretaria de Produção e Abastecimento (SEMPA), com apoio do Sistema Sepror, é pioneiro na região e visa à produção de mil e quinhentos (1.500) ovos por dia, já a partir da vigésima semana de semi-confinamento, e os resultados vão impactar diretamente na economia e na modificação alimentar do município de Barreirinha.

A 1ª Unidade de Referência Tecnológica para Criação de Galinha Caipira em Sistema Semi-intensivo é composta por quatro galpões, que devem trabalhar em sistema de rodízio, ou seja, a cada cinco meses o quarto galpão dará lugar ao primeiro e assim sucessivamente, para manter a produção em funcionamento constante.

A implantação da unidade demonstrativa ocorreu nesse domingo (15), no Paraná do Moura, localidade rural de Barreirinha, na propriedade do produtor Raimundo Fonseca (Pacheco da Vassoura) e contou com a presença da equipe técnica da Sempa, secretários municipais, vereadores, representantes da Adaf, produtores e criadores.

De acordo o zootecnista da Sempa, Kennedy Gomes de Andrade, o projeto inicialmente começa com quinhentas aves, mas a previsão é de duas mil, que serão inseridas gradativamente a cada cinco meses.

Durante sua fala, o criador Raimundo Fonseca (Pacheco da Vassoura), chegou a se emocionar com o momento, e lembrou a importância e da responsabilidade em ser o primeiro a implantar esse sistema de criação em sua propriedade. “Aqui tem um investimento de cerca de 150 mil reais e eu sou muito grato ao prefeito Glenio Seixas e ao secretário Gilvan Seixas e toda a sua equipe, que não mediram esforços para que esse projeto fosse implantado aqui hoje”, frisou.

A expectativa do secretário interino da Sempa, Gilvan Seixas, é que dentro de vinte semanas a produção gerada por esse sistema possa ajudar no abastecimento de ovos aos consumidores do município. “É preciso lembrar que isso tudo foi um grande investimento, um trabalho de tecnologia, um estudo do projeto, para que isso aqui venha a ser um sucesso e que sirva de exemplo para outros produtores”. O secretário também lembrou que já existem outros três criadores igualmente interessados em implantar essa mesma tecnologia em suas propriedades em parceria com a Sepror. Segundo Seixas, todos no rio Andirá.

A consolidação da implantação da 1ª Unidade de Referência Tecnológica para Criação de Galinha Caipira em Sistema Semi-intensivo também foi muito comemorada pelo subsecretário da Sempa, Raimundo Luiz Nascimento (Mundi), que falou da importância em incentivar o produtor rural em investir em novas tecnologias, e de todo o apoio dado pelo prefeito Glenio Seixas nesse sentido de valorização do setor primário como um todo. “O produtor rural tem a necessidade e o direito em adquirir novas tecnologias e nós da Sempa não estamos fazendo mais do que o nosso papel, que é orientar e dá todo o suporte técnico para que ele tenha sucesso em seu empreendimento rural”, comentou.

Vacinação Contra a Febre Aftosa

Ainda na mesma propriedade rural, também foi realizada a 1ª Etapa da Campanha de Vacinação Contra a Febre Aftosa. Segundo o coordenador da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (ADAF) em Barreirinha, Thiago Souza, o município possui atualmente um rebanho de 34 mil cabeças, sendo aproximadamente 3 mil bubalinos. A campanha que iniciou nesse domingo (15) de março, se estende até o dia 30 de abril e os criadores tem até o dia 15 de maio para notificar a ADAF que realizaram a vacinação.

Decom BAE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.