Parintins em Destaque
O Jornal Popular da Ilha

Amazonas perde “Furacão do Boi”, Klinger Araújo, um dos maiores incentivadores de sua cultura

Klinger Araújo, de 51 anos de idade, ficou internado em leito de UTI do hospital Samel desde o dia 13. Venceu a doença, mas não resistiu as sequelas, indo a óbito por volta das 12h.

O coração do “Furacão do Boi” Klinger Araújo parou de bater nesta terça, 29 de setembro, em decorrência de complicações renais, obtida pela contaminação do novo coronavírus (covid-19). Klinger Araújo, de 51 anos de idade, ficou internado em leito de UTI do hospital Samel desde o dia 13. Venceu a doença, mas não resistiu as sequelas, indo a óbito por volta das 12h.

Apaixonado e grande incentivador da cultura amazônica, em especial, ao Festival de Parintins, Klinger Araújo é o dono da flauta de grandes apresentações, inclusive, da abertura do Teatro da Vida, espetáculo protagonizado junto ao eterno cantor Arlindo Júnior (In memoriam) no Teatro Amazonas, em abril de 2017. O artista é considerado um dos responsáveis pela explosão da toada de Parintins na década de 1990, em Manaus, e intérprete de toadas que marcaram o festival.

Em 2020, Klinger Araújo abrilhantou o Carnaboi de Parintins cantando no trio do Boi Caprichoso e no Carnailha recebendo homenagem e tendo sua história contada na Avenida do Samba pelo Bloco Fax Clube.

 

Kedson Silva/Parintins Em Destaque

Foto: Arleison Cruz

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.