Parintins em Destaque
O Jornal Popular da Ilha

Após confirmação da Ômicron em Manaus, Prefeitura de Parintins reitera importância da vacinação

O primeiro caso foi confirmado nesta terça-feira (04) em uma mulher que esteve no estado do Ceará.

A Prefeitura de Parintins, por meio da Secretaria de Saúde e Vigilância em Saúde, se pronunciou sobre o Comunicado de Risco emitido pelo Governo do Amazonas sobre a introdução da variante do Coronavirus Ômicron no estado. O primeiro caso foi confirmado nesta terça-feira (04) em uma mulher que esteve no estado do Ceará.

O secretário de saúde, Clerton Rodrigues, reforçou as informações relacionadas a medidas de prevenção, especialmente a necessidade da vacinação contra a covid-19.

Ele reiterou chamado principalmente para as pessoas que não tomaram a primeira dose, ou estão atrasadas com a segunda dose ou até mesmo a dose de reforço, para que busquem as unidades básicas de saúde do município para receber os imunizantes.

Os jovens 18 anos ou mais, podem receber a terceira dose os que tenham tomado a segunda dose há 04 meses. Menores de 12 a 17 anos que ainda não tomaram a segunda dose, devem buscar a atualização vacinal.

Elaine Pires, da Vigilância em Saúde, relacionou outras medidas preventivas fundamentais como o uso de máscara em todos os locais, evitar locais fechados, manter distanciamento social e lavagem das mãos ou uso de álcool 70. Em caso de sintomas gripais ou respiratórias, evitar ir ao trabalho ou a eventos.

Ela salientou a intensificação que a Secretaria de Saúde por meio da Vigilância tem feito em relação ao rastreamento de casos de covid-19 por través de testes rápidos tipo antígeno, iniciando o processo de isolamento em casos positivos. Há também processo de vigilância genômica para a identificação de possíveis variantes do Coronavirus.

“A Prefeitura de Parintins tem colocado todo o sistema de saúde em alerta para que possamos tomar todos os cuidados e precauções e pedindo da população o reforço de todas as medidas preventivas e principalmente em relação a vacinação”, finalizou Elaine.

 

Texto e foto: Secom

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.