Parintins em Destaque
O Jornal Popular da Ilha

Atendimento pós Covid-19 Itinerante em Parintins já atendeu cerca de 80 pessoas

O projeto iniciado no dia 10 de junho pelo prefeito Bi Garcia tem levado atendimento multidisciplinar no ônibus da saúde para cidadãos que tiveram a Covid-19.

O atendimento Itinerante para pacientes pós Covid já atendeu mais de 80 parintinenses nas comunidades suburbanas do Aninga, Parananema e Macurany. O projeto iniciado no dia 10 de junho pelo prefeito Bi Garcia tem levado atendimento multidisciplinar no ônibus da saúde para cidadãos que tiveram a Covid-19 e desenvolveram sequelas diversas. Profissionais médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, psicólogos, nutricionistas e assistentes sociais realizam um trabalho conjunto para que o paciente possa retomar sua rotina normal.

Dona Josilene Lima teve Covid no mês de abril e está na terceira consulta com psicólogo, verificando melhora significativa no seu dia a dia. “Eu estive aqui pela primeira vez e conversei com todos os profissionais, mas agora estou vindo apenas com a psicóloga. Isso é muito bom porque muitas vezes nós não temos condições de ir lá para a cidade”, disse.

A fisioterapeuta Juliana Neves informou que várias são as sequelas que aparecem em pacientes que tiveram a Covid-19, além do desconforto respiratório. “Os pacientes tem queixas físicas importantes como dor nas costas, fraqueza muscular possivelmente por conta do tempo de internação e nós estamos conseguindo tratar de maneira bastante eficiente. Já aqueles que merecem um atendimento constante são encaminhadas para as UBS ou para a Policlínica Padre Vitório”, ressaltou.

O secretário de Saúde, Clerton Rodrigues, lembra que desde o dia 5 de abril a Prefeitura de Parintins tem intensificado os atendimentos das sequelas da Covid-19 e implantando o Centro de Reabilitação na Policlínica Padre Vitório. “O prefeito Bi Garcia, assim como em outros momentos da pandemia, atuou de forma diferenciada e ousada ao proporcionar este atendimento a tantos parintinenses que ainda sofrem com os efeitos da Covid. É o trabalho que marca a qualidade e a atenção com a população”, finalizou.

 

Secom

Foto: Márcio Costa

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.