Parintins em Destaque
O Jornal Popular da Ilha

Barreirinha mostra potencial na produção de alimentos com babaçu na Aleam

A programação teve como objetivo apresentar a infinidade de alimentos que podem ser produzidos e consumidos com base nos extratos do fruto.

A Prefeitura de Barreirinha participou na manhã desta terça-feira (3) da I Exposição de Produtos do Babaçu realizada na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam). A programação teve como objetivo apresentar a infinidade de alimentos que podem ser produzidos e consumidos com base nos extratos do fruto. Um grupo de mulheres que residem em São João do Massauari, ofereceram um verdadeiro banquete com guloseimas doces e salgados.

O momento foi o start para uma extensa programação da Comissão Especial que debate a implantação do manejo do Babaçu no Amazonas, que se estenderá durante a semana com uma agenda a ser cumprida no Estado do Maranhão, principal produtor do fruto no Brasil, onde as experiências serão obtidas para a futura implantação de projetos.

“Ter Barreirinha como uma das matrizes no Amazonas, pela quantidade de árvores de babaçu que existem no território do município, nos faz sonhar e ao mesmo tempo iremos tornar ela uma realidade. A presença neste evento dos órgãos de fomento e governamentais foram de suma importância, num estigma de que era preciso ver para crer, que o babaçu é uma realidade em nosso Estado”, disse o vice-prefeito de Barreirinha, Ridson Barbosa.

O evento contou com a presença do vice-prefeito de Barreirinha, Ridson Barbosa, o presidente da Câmara de Barreirinha, Ronan Barbosa e os vereadores do município, o deputado federal e vice-presidente da Câmara Federal, Marcelo Ramos e o deputado estadual, Sinésio Campos, autor do projeto da Comissão Especial do Babaçu, entre outras autoridades que passaram pelo Hall da Aleam e experimentaram os alimentos feitos pelas mulheres do Massauari.

“Viemos aqui para apresentar as guloseimas e garanto que o gosto é muito bom e tem um valor nutritivo especial. Enfrentamos uma dificuldade por moramos num lugar muito distante e agradeço a todos o suporte dado pelo município para mostrar aqui nosso trabalho”, explicou Denise Matos, coletora de babaçu.

A Prefeitura de Barreirinha aposta em uma nova alternativa de fortalecimento da política de geração de renda a partir de um fruto com alto valor de mercado e que possibilita a extração do meio ambiente de forma sustentável. No Estado do Amazonas, o município foi pioneiro no ano de 2003, durante a gestão do ex-prefeito Gilvan Seixas, com a realização de um zoneamento ambiental na área do rio Massauari, que detectou mais de 10 milhões de árvores nativas de babaçu já adultas, atualmente com um potencial superior àquela época.

 

Texto e fotos: Decom da PMB

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.