Parintins em Destaque
O Jornal Popular da Ilha

Boi Caprichoso produzirá CD duplo com um mês de trabalho em estúdio

O Boi-Bumbá Caprichoso entra no ABM Stúdio na próxima quarta-feira, 23 de janeiro, para a produção musical das 12 toadas do CD da Galera e 16 do CD de Arena, com previsão de um mês de intenso trabalho. O presidente do Caprichoso, Babá Tupinambá, reuniu nesta semana com os produtores musicais para definir os últimos detalhes, antes do início do trabalho fonográfico. Para conquistar o título de tricampeão no Festival Folclórico de Parintins 2019, o repertório musical do Caprichoso é composto por 26 toadas oficiais, anunciadas pelo Conselho de Artes, no dia 15 de dezembro de 2018.

O time de músicos do Caprichoso envolvido na produção do CD duplo é formado por Neil Armstrong, David Assayag, Sidney Rezende e Paulinho Dú Sagrado. “Na parte de percussão, tem o Márcio do Boi como diretor, juntamente com Jonédson Ramos (Baleinha), Batista, Léo Zagury, Chumbinho e uma menina que toque repique na Marujada de Guerra. Os músicos são basicamente os mesmos do ano de 2018, como o Chiuna na bateria, Sérvio Túlio no contrabaixo e os metais de Recife, Pernambuco”, afirma o produtor musical, Neil.

O músico Ênio Pietro voltou ao Boi Caprichoso para comandar a parte de metais que deverá ser gravada com os músicos pernambucanos, em Recife. “E, na arena, ele vai tocar, junto com três músicos de Recife. Teremos as cordas, violinos, violoncelos e violas para algumas músicas como Matriarca. Teremos percussão e flautas com o peruano Lucho Nina. Os vocais ficarão com a Mara Lima, Edilson Santana, Vanessa Alfaia e Sidney Rezende. Uma das novidades são músicos de Parintins no baking vocal como Cirleane Souza, Pity Souza. No charango, teremos o Moisés Colares”, acrescenta Armstrong.

Das 26 toadas oficiais, os produtores, em consenso com o Conselho de Artes, decidiram preservar a gravação de oito músicas produzidas em Parintins, no Estúdio Ômega, por Leonardo Pantoja e Ronaldo Barbosa Júnior. Em relação à banda de arena, Neil Armstrong assegura que será mantido o mesmo formato de 2018, com a participação de músicos experientes no Festival Folclórico de Parintins. “Vamos manter a mesma pegada e a pressão para fazer a trilha sonora do boi no mais alto nível, com a Marujada de Guerra. Estou à frente da banda e da coordenação musical, junto com o Márcio do Boi”, finalizou Neil.

Assessoria do Bumbá

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.