Parintins em Destaque
O Jornal Popular da Ilha

Campanha de combate ao suicídio em Barreirinha tem atendimento psiquiátrico gratuito para população

As atividades iniciaram na quinta-feira, 10, data em que marca a luta Mundial na Prevenção ao Suicídio.

Com o tema “ Estou a um clique de você, conte comigo”, a Prefeitura de Barreirinha, através da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) iniciou diversas atividades relacionadas a campanha Setembro Amarelo, que visa alertar a população sobre a prevenção do suicídio. As atividades iniciaram na quinta-feira, 10, data em que marca a luta Mundial na Prevenção ao Suicídio, expondo através do rádio as atividades a serem realizadas durante o mês, assim como alertar a população sobre a realidade da prática no Brasil e ao redor do mundo.

Dentre as ações divulgadas pela secretaria de saúde, está programado atendimentos psiquiátricos e psicológicos nas unidades de saúde da sede do município, como também em alguns Distritos, bem como Plantão Psicológico nas UBS‘s, palestras motivacionais e panfletagem em locais estratégicos.

O coordenador da Saúde Mental de Barreirinha, psicólogo Sidcley Carneiro, ressalta a importância dos atendimentos psiquiátricos e psicológicos, junto com as atividades psicoeducacionais destinadas em grande parte aos jovens. “Nós trabalhamos com o público que é mais atingido, a juventude. Nosso trabalho é sensibilizar as pessoas a prestarem mais atenção nessa juventude, ficar atento nas coisas que acontecem ao nosso redor e procurar trabalhar para que isso se transforme em coisa para o bem”, enfatizou o coordenador.

Sidicley Carneiro, cita sobre o tema “Estou a um clique de você, conte comigo”, refere-se à utilização da tecnologia como meio de comunicação para que as pessoas que estejam passando por alguma situação, entre em contato com um profissional. “Você pode estar em uma comunidade distante e estar acontecendo algo na sua família como mudanças de comportamento dentro de sua casa, você tem um meio de comunicação muito importante que é o telefone para entrar em contato com um profissional”, concluiu.

Foto: Divulgação

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.