Parintins em Destaque
O Jornal Popular da Ilha

Capelães organizam 1º Seminário sobre Dependência Química em Parintins

A Ordem dos Capelães do Amazonas (OCA) instituiu uma nova diretoria no município de Parintins, no dia 12 de janeiro, com o intuito de trabalhar com dependes químicos. A ação prioritária do grupo é a realização 1º Seminário sobre Dependência em Parintins, no dia 16 de fevereiro. A OCA em Parintins é constituída por 83 capelães, com o novo presidente, Paulo Souza dos Santos, vice-presidente, Odair Carvalho, secretário, José Maria Castro, e tesoureira, Célia Maria Ramos.

Ao ser eleito presidente da Capelania Social em Parintins, Paulo Souza diz ser uma grande responsabilidade assumir a OCA. “É uma enorme tarefa resgatarmos as pessoas e termos um compromisso ainda maior de levar palestras para tirar alguém dos vícios como as drogas que tem crescido em nossa sociedade. A OCA tem esse trabalho social voluntário de entrar em ação para criar programas que possam ajudar a população”, ressalta o presidente em Parintins.

A diretoria anuncia Curso de Aperfeiçoamento para Capelães, no dia 15 de fevereiro, em preparação ao 1º Seminário sobre Dependência Química. “Vamos trabalhar frente as adversidades na área de dependência química, seja com idosos, jovens, adolescentes. Nós reerguemos novamente a diretoria executiva em Parintins para combater essa anomalia conhecida como dependência química”, afirma o diretor-presidente da OCA, Edivan Vieira.

O vereador Tião Teixeira apoia o grupo de trabalho dos capelães com os dependentes químicos e faz parte da OCA. “A capelania é uma instituição criada justamente para trabalhar com a prevenção e o resgate de pessoas que estão à deriva, principalmente os afogados nas drogas e no álcool. A OCA já faz esse trabalho com excelência em Manaus. São muitos homens de Deus envolvidos nessa obra voluntária para ajudar as pessoas, os viciados, os dependentes químicos e as famílias ‘arrebentadas’ por esses problemas”, enfatiza.

Em âmbito estadual, a Capelania Social foi fundada em Manaus, no ano de 2013. Entre os parceiros da Ordem dos Capelães do Amazonas, na capital, por exemplo, o presidente Edivan Vieira cita a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP), Polícia Civil, Polícia Militar, Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejusc). Em Parintins, o grupo busca parcerias com instituições governamentais para o desenvolvimento das atividades.

O que é capelão?
Trata-se de um ministro religioso autorizado a prestar assistência e a realizar cultos em comunidades religiosas, conventos, colégios, universidades, hospitais, presídios, corporações militares e outras organizações ou corporações, que geralmente é oficiado por um padre ou pastor. Ao longo da história, muitas cortes e famílias nobres tinham também capelão. No caso de uma corporação militar, fala-se de capelania militar ou capelania castrense.

Assessoria da CMP

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.