Parintins em Destaque
O Jornal Popular da Ilha

Curso de Jornalismo recebe convidados nacionais e internacionais durante Jornada de Folkcomunicação e Encomtins 2022  

Mais informações sobre os eventos, com detalhes sobre os palestrantes, podem ser acessadas pelo link https://doity.com.br/jornada-encomtins.

O curso de Jornalismo da Universidade Federal do Amazonas (Ufam/Icsez) realiza, de 20 a 22 de junho de 2022, a III Jornada Pan-Amazônica de Folkcomunicação e o V Encontro de Comunicação de Parintins (Encomtins). Os eventos vão ocorrer nas instalações do Instituto de Ciências Sociais, Educação e Zootecnia (Icsez), localizado na estrada do Macurany, bairro Jacareacanga, em parceria com a Faculdade de Comunicação e Informação (FIC/Ufam) e dos grupos de pesquisas Visualidades Amazônicas (VIA) e Comunicação, Cultura e Amazônia (Trokano), e apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam).

Conferências regionais, nacionais e internacionais; mesas-redondas; apresentações de pesquisas em Grupos de Trabalho (on-line); programação cultural e lançamento de livros fazem parte da programação dos eventos que serão transmitidos pelo Canal Portal da Ciência no YouTube.

As inscrições para os eventos podem ser feitas por meio do link https://doity.com.br/jornada-encomtins/inscricao até o dia 16 de junho, ao preço de R$ 10 para estudantes de graduação e R$ 40 para professores, pesquisadores e profissionais. No mesmo link, os inscritos podem submeter trabalhos a serem apresentados durante os eventos.

O coordenador do curso de jornalismo e responsável pelo Encomtins, Marcelo Rodrigo, explica que os eventos podem atrair olhares de pesquisadores de outras regiões e países para a Amazônia. “O curso em Parintins precisa ter um protagonismo nos circuitos de discussões e reflexões para dar visibilidade e se fortalecer no envolvimento no campo da pesquisa e cientifico da comunicação”.

A primeira edição do Encomtins ocorreu em 2010, com a proposta de realizar o primeiro evento científico de comunicação em Parintins, com convidados, debates e apresentação de trabalhos. O evento, idealizado e coordenado pelo professor Lucas Milhomens (Jornalismo/Icsez), contou com recursos da Fapeam.

A segunda edição foi realizada em 2014, com apoio do Núcleo de Estudo das Linguagens da Amazônia (NEL–Amazônia), coordenado pela professora Hellen Cristina Picanço Simas. O tema foi “Linguagens, Mídias e Jornalismo da Amazônia” e os trabalhos apresentados durante o Encomtins foram reunidos em anais.

Folkcomunicação

O coordenador geral da Jornada de Folkcomunicação, professor Adelson da Costa Fernando, destaca que os eventos oportunizam a troca de saberes e experiências entre estudantes, pesquisadores, comunidades artística e jornalística voltadas para a pesquisa no campo da cultura, da ciência e dos processos de comunicação nas diversas manifestações populares.

A realização do evento emerge dos ensinamentos teóricos da disciplina optativa Folkcomunicação, inserida na matriz curricular do curso de Comunicação Social/Jornalismo do Icsez, ministrada pelo professor Adelson Fernando, diretor regional Norte da Rede Folkcom.

O evento foi criado com objetivo de ampliar o número de pesquisadores que assumam o papel de resgatar o pensamento comunicacional de Luiz Beltrão, criador da teoria. Desde 2017 tem acontecido em parceria com o curso de Jornalismo da Ufam, em Manaus, por meio da Faculdade de Informação e Comunicação (FIC).

A I Jornada de Folkcomunicação do Amazonas, com o tema Folkcomunicação e Cultura popular, ocorreu simultaneamente em dois campi da Universidade Federal do Amazonas (Ufam): na Faculdade de Informação e Comunicação, em Manaus, e no Icsez, em Parintins. O evento foi uma preparação para a XIX Conferência Brasileira de Folkcomunicação (Folkcom) realizada em Parintins.

Participações confirmadas

Os pesquisadores María Isabel Noreña (Corporación Universitaria Minuto de Dios, Colombia) e Ruan Ramos Martins (Pontifícia Universidad Javeriana, Colombia) estão confirmados. De expressão nacional, o evento contará com a presença da jornalista Eliane Brum, além das professoras Helena Theodoro (IFCS/UFRJ) e Marilene Corrêa (IFCHS/Ufam). Eliane Brum trabalhou 11 anos como repórter do jornal Zero Hora, de Porto Alegre, e 10 anos como repórter especial da Revista Época, em São Paulo. Ela acumula em seu currículo mais de 40 prêmios, entre nacionais e internacionais, entre eles o Prêmio Jabuti, o mais importante prêmio literário do Brasil.
Mais informações sobre os eventos, com detalhes sobre os palestrantes, podem ser acessadas pelo link https://doity.com.br/jornada-encomtins.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

..