Parintins em Destaque
O Jornal Popular da Ilha

Deputado defende retorno do transporte fluvial no Amazonas

O transporte fluvial de passageiros no Amazonas está suspenso desde 12 de janeiro deste ano. Na época, a medida adotada pelo Governo do Estado se fez necessária para conter o avanço do coronavírus para o interior.

O transporte fluvial de passageiros no Amazonas está suspenso desde 12 de janeiro deste ano. Na época, a medida adotada pelo Governo do Estado se fez necessária para conter o avanço do coronavírus para o interior.

Com a redução no número de novos casos e óbitos causados pela doença, o deputado Saullo Vianna (PTB) apresentou, por meio de requerimento, pedido para retorno dessa atividade.

Para o parlamentar, o retorno gradativo e seguro do transporte fluvial de passageiros é primordial uma vez que, na maioria dos municípios, o acesso por lanchas e barcos é a única opção.

“É imperioso o cumprimento do distanciamento social, a adesão aos protocolos de higiene pessoal e limitação da capacidade de passageiros em 40% para balsas e navios motores, e em 60% para lanchas rápidas; a demarcação de assentos, distanciamento de 2 metros entre redes e uso de máscara por todos passageiros, funcionários durante toda viagem”, enumerou.

Na proposta, Saullo especifica ainda que passageiros ou tripulantes que apresentarem suspeita nos sintomas de Covid-19 durante a viagem, devem ser desembarcados no porto municipal mais próximo para atendimento médico adequado.

Além disso, devem ser definidos assentos específicos para embarque de passageiros do grupo de risco. A fiscalização fica sob responsabilidade da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados e Contratados do Amazonas (Arsepam).

 

Assessoria

Foto: Divulgação

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.