Parintins em Destaque
O Jornal Popular da Ilha

Dsei/Parintins tem o menor número de casos de Covid-19 entre os indígenas de todo o Brasil

O resultado vem através do trabalho intenso feito pelos profissionais de saúde nas aldeias indígenas do Baixo Amazonas.

Em Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria Especial de Saúde Indígena (Seaai) na última sexta-feira (04), o Distrito Sanitário Especial Indígena de Parintins (Dsei/PIN) destacou-se no combate à Covid-19 e se manteve na última colocação em número de casos entre os povos indígenas.

O distrito que abrange as aldeias indígenas do Baixo-Amazonas, como Parintins, Barreirinha, Nhamundá, Maués e Boa Vista do Ramos, tem até o momento 79 casos confirmados de Covid-19, o único Dsei do país com menos de 100 casos, desses, 71 já estão recuperados da doença.

Os óbitos pelo novo Coronavírus somam 04 em toda a área indígena abrangente pelo Dsei/Parintins.

Para o coordenador do distrito, José Augusto ‘Nenga’, esses números demonstram o trabalho sério que as equipes de saúde tem desempenhado dentro da aldeias, além da criação do Comitê de Crise, o primeiro de todos os Dsei’s do Brasil.

“Desde o início da pandemia, o Dsei/Parintins tomou uma série de providências para conter o avanço da contaminação para as terras indígenas. Uma delas foi a criação do Comitê de Crise do Dsei, formado por técnicos, médicos e outros profissionais. Fomos o primeiro Dsei do Brasil a fazer isso, e essa nossa medida serviu de modelo para que a Sesai colocasse como regra para os demais distritos do país”, explicou o coordenador.

José Augusto ainda destaca que a participação dos indígenas foi fundamental para que eles pudessem também fazer um trabalho de conscientização nas suas aldeias sobre a Covid-19.

“Estivemos em terras indígenas, materno contato de uma forma segura e isso envolveu os indígenas nessa luta, que conscientizarão as suas comunidades, a importância de permanecer nas aldeias, evitar os centros urbanos, evitar a transmissão do vírus através das viagens, e principalmente conter a entrada de não-indígenas nas suas terras”, completou.

Cursos para os profissionais da saúde – A Sesai disponibilizou cursos on-line de capacitação sobre os cuidados e prevenção a identificação de sintomas da Covid-19 para os profissionais de saúde das equipes do Dsei/Parintins.

Parcerias – O Dsei/Parintins já recebeu diversas doações de empresas e pessoas físicas, que vão de cestas básicas à produtos de higiene e EPI’s para o combate à Covid-19 nas áreas indígenas.

Empresas e instituições como a Unicef, Primeira Igreja Batista de Parintins, empresas do Polo Industrial de Manaus, COIAB, AMBEV, Missão Nativus, Instituto Valois, UFAM, UEA, Espedicionarios da Saúde-EDS, Dsei/Rio Tapajós, Dsei/Amapá, Dsei/Leste do Pará, Dsei Guatoc, SESAI, Ministério da Saúde, IDESAM, Centro de Trabalho Indígena-CTI e IFAM Maués.

As informações completas sobre o Boletim Epidemiológico da Covid-19 no Dsei/Parintins e em todos do país podem ser acessados através do site: http://www.saudeindigena.net.br/coronavirus/mmapaEp.php

Foto: Divulgação/Dsei-Parintins

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.