Parintins em Destaque
O Jornal Popular da Ilha

Final de Semana é marcado por onda de violência em Manaus e mais cinco municípios do Estado

As polícias Civil e Militar já estão atuando em conjunto para chegar na real situação dos fatos e saber a motivação desses atos criminosos.

A Capital (Manaus) e pelo menos três municípios do Amazonas (Parintins, Careiro Castanho, Itapiranga, Carauari e Iranduba) viveram momentos de terror no final de semana, em meio a uma onda de violência motivada pela morte de um traficante conhecido como “Dadinho”. Com registro de incêndios em diferentes regiões da Capital, dentre eles, nos bairros: Planalto, Petrópolis, Santa Etelvina, São José 2, Novo Aleixo, Cidade de Deus, Japiim, Tarumã Açu, Jorge Teixeira, Armando Mendes e Flores, quase 20 ônibus e viaturas foram incendiadas durante os ataques. A sensação de insegurança levou a frota de ônibus a ser recolhida até mesmo nesta segunda-feira (7).

As primeiras informações levantadas pelo departamento de inteligência da Polícia Militar apontaram que a ordem partiu de um presídio.  A SSP informou que o comitê também apura denúncias de ônibus incendiados e depredação de prédios nos municípios de Parintins e Careiro Castanho. Durante a operação para prender os criminosos envolvidos nos ataques e incêndios registrados em Manaus e alguns municípios, agentes da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) prenderam na madrugada desta segunda-feira na rua Rio Jordão, bairro Colônia Terra Nova, zona norte, da Capital, um homem de 24 anos em poder de uma submetralhadora calibre 40, porções de cocaína e dinheiro. 

Em Parintins

 Os ataques de supostos membros de uma facção criminosa, de acordo com o comandante do 11° Batalhão de Polícia Militar (BPM), tenente-coronel Corrêa Júnior, na zona urbana, tiveram como alvo na madrugada de domingo (06), por volta das 02h30, duas escolas, ônibus no bairro Paulo Corrêa e em uma viatura da polícia que estava na oficina. Na Vila Amazônia, zona rural, no mesmo, vândalos também tentaram incendiar a UBS Pe. Francisco Luppino e o ônibus da unidade.

Dois suspeitos chegaram a ser capturados pela polícia, mas um conseguiu fugir da viatura. O que foi preso e conduzido para a 3° Delegacia Interativa de Polícia (DIP) foi identificado como Edilson Afonso da Silva, de 28 anos, conhecido da polícia por supostamente ser membro da facção criminosa Comando Vermelho.

Novo Ataque

Na noite de domingo, uma tentativa de incêndio foi feita por um casal em uma moto Biz que tentou atear fogo em três ônibus que estavam no pátio da escola Tomaszinho Meireles (GM3). Em outra tentativa, vândalos  atearam fogo em um ônibus estacionado na Usina de Asfalto.  

Também na noite de domingo, criminosos tentaram incendiar a escola Santa Luzia do Macurany, localizada na área suburbana de Parintins, e por pouco o fogo não se alastrou por toda a escola, graças a atuação do vigilante que utilizando extintor, evitou que o patrimônio tivesse sido danificado. A escola tem câmeras de segurança que podem ter registrado todo ato e ajudar a polícia a prender os infratores.

As polícias Civil e Militar já estão atuando em conjunto para chegar na real situação dos fatos e saber a motivação desses atos criminosos. Durante a Operação, policiais militares realizam incursões em becos, vielas e área de mata fechada, bem como blitz, abordagens e revistas a veículos de 4 e 2 rodas, que estiveram transitando pela cidade no domingo, afim de inibir novos atos de vandalismo. 

 

Da Redação/Parintins Em Destaque

Fotos: Divulgação

 

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.