Parintins em Destaque
O Jornal Popular da Ilha

Igreja Matriz de Nossa Senhora do Bom Socorro: 30 anos de fundação em Barreirinha

Uma pequena e pacata cidade, localizada a 331 quilômetros da capital Manaus, Amazonas é conhecida como a Princesinha do Paraná do Ramos e a cidade dos devotos de Nossa Senhora do Bom Socorro. Com um povo acolhedor, guarda um lugar que deixa qualquer apreciador da arte de olhos brilhando, o lugar santo, de devoção e fé: a Igreja de Nossa Senhora do Bom Socorro, que hoje comemora seus 30 anos de fundação.
Era maio de 1986 e os paroquianos da pequena cidade de Barreirinha se preparavam para a festa da Padroeira nossa Senhora do Bom Socorro. Como de costume, eram feitas reuniões em preparação ao evento religioso e foi em um desses encontros que nasceu a ideia da construção de uma nova matriz, pois, a anterior, se tornava pequena para acolher todos os fieis da cidade, que estava aumentando.
Cinco meses após a ideia, precisamente no dia 13 de outubro de 1986, os trabalhos na igreja começaram com uma intensa obra.

Foram dias, meses e anos de muitas fundições, aterros, levantamento de colunas, lajes da sacristia, muros perimetrais, torre, pinturas. Ainda após a festa da padroeira (15 de agosto) de 1887 se passou a rezar a missa no salão paroquial e começou a demolição da Igreja antiga com a ajuda dos marianos da cidade e do interior.

No decorrer da obra muitas foram as pessoas que contribuíram para a edificação do templo. Foram os projetistas e diretores dos trabalhos: Padre Mário Pasqualotto e Padre Henrique Uggé. Sem contar os pedreiros, que foram essenciais para efetivação da obra: Claudenor Da Silva Reis; Adail Pinto Ozaki; Adalberto Araújo Belém; Gilberto Pereira Ramos; Gerson Dos Santos Mesquita; Olavo Souza Reis; Cláudio Da Silva Reis; Luis Silva; Francisco Lucas; Antônio José Beltrão; Luderval Viana De Oliveira.

Também fizeram parte da equipe, José Coelho De Parintins e Manoel Pimentel – Técnicos Do Marmorito. Além de carpinteiros e marceneiros, sendo eles: Vitor Ribeiro da Paz; Aurélio de Oliveira Amazonas e Genésio Marinho.

Ainda tivemos pintores neste lindo projeto, são: Orlandinho; Antonio; José Pontes; Alexandre Pereira; Cláudio Reis e Adail Osaki.

Ainda na construção, tivemos a ampla pintura do quadro da igreja, que tanto nos chama a atenção pelos traços de pinturas renascentistas que carregam seus significados de fé. Tendo como artista Padre Henrique Uggé, com a colaboração (na aplicação do ouro) de Lenilda Ferreira da Silva, o quadro tem o tamanho de 15 metros de largura e de 4 a 6 metros de altura. A pintura foi pensada e realizada por Pe. Henrique Uggé para ser uma catequese visível da presença de Deus e dos mistérios de nossa fé cristã da religião católica. A parte de cima representa o Céu, a morada de Deus, dos anjos, santos e todos os justos. A parte inferior do quadro é a realidade terrena, a obra criadora de Deus na sua beleza da natureza, do dia a dia do ser humano, junto com a presença das obras do bem e do mal.
19 de março de 1988, é um dia histórico, pois foi nesta data que os paroquianos se reuniram para celebrar a inauguração da nova Igreja Matriz, com a presença de Dom João Risatti – Bispo Diocesano, Mário Pasqualotto – vigário da paróquia e Padre Henrique Uggé. Uma data que ficou marcada e hoje é enaltecida pelos seus 30 anos. Atualmente, a igreja matriz de N.S. do Bom Socorro é um dos cartões postais da Princesinha do Ramos. Mesmo depois de reformas, novas pinturas, a Matriz não perdeu seus traços e encantos de 30 anos atrás.

Neste dia 19 de março de 2019 os fieis católicos se unem para comemorar e celebrar esses 30 anos de Igreja. Para lembrar essa data especial a Paróquia de Nossa Senhora do Bom Socorro vai realizar, às 19 horas, na Igreja Matriz, uma Celebração solene com a presença de Pe. Henrique Uggé, Pe. Irineu Neubaner e o Pároco Emílio Butelli. Todos os paroquianos são convidados.

Por: Catarina Carneiro
Fotos: Jair Carneiro

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.