Parintins em Destaque
O Jornal Popular da Ilha

Parintins retoma consultas por telemedicina

O município mais uma vez será um dos primeiros a fazer parte do programa que visa oferecer assistência médica especializada para a região Norte do Brasil por meio de Telemedicina.

Após mais de um ano de paralisação por conta da pandemia da Covid-19, a Prefeitura de Parintins retomou no mês de junho as consultas por telemedicina em parceria com o hospital Albert Einstein. A nova parceria vem por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento do Sistema Único de Saúde (PROAD-SUS) e oferecerá consultas em Cardiologia, Endocrinologia, Pneumologia, Reumatologia, Neurologia, Neuro-pediatria e Psiquiatria no Centro de Telemedicina de Parintins.

O município mais uma vez será um dos primeiros a fazer parte do programa que visa oferecer assistência médica especializada para a região Norte do Brasil por meio de Telemedicina.

Andrenilza Freitas, de 40 anos, teve acesso à consulta com médico reumatologista que em São Paulo teve acesso as informações com os exames já realizados pela paciente e ainda ouviu os relatos referente a sintomas que ela sente há muito tempo. “Eu fiquei tão feliz, pois não voltei que me deslocar até Manaus para realizar a consulta. Uma atenção muito boa. Foi passado medicamento para que em um mês eu retorne novamente”, disse.

O secretário de Saúde, Clerton Rodrigues, salientou a ação visionária do prefeito Bi Garcia quem em 2006 iniciou em Parintins e no Brasil o serviço de telemedicina. “Agora estamos retornando com essa nova parceria do Hospital Albert Einstein e em breve estaremos reativando as nossas atividades junto à Universidade do Estado do Amazonas e Federal do Amazonas”, destacou.

O coordenador do Centro de Telemedicina de Parintins, Rafael Prado, disse que a retomada do serviço é fundamental. “Os pacientes que aguardaram esse período estão novamente recebendo este atendimento agora com essa nova parceria com o Hospital Albert Einstein. Isso melhora bastante a qualidade do trabalho, aumentando as especialidades e evitando o deslocamento até Manaus”, pontuou.

 

Foto: Márcio Costa

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.