Parintins em Destaque
O Jornal Popular da Ilha

Polícia Civil prende acusado de estupro de vulnerável contra sua própria neta

Uma equipe de Investigadores _(Equipe Houston),_ sob o comando da Dra. Alessandra Trigueiro Zacarias, Delegada titular da Delegacia Especializada em combate a crimes contra mulher, idoso, criança e adolescente de Parintins (a 369 quilometros de Manaus) prenderam na manhã de hoje (12), por volta das 06:00h, um agricultor de 68 anos de idade, acusado pelo crime de estupro de vulnerável.

De acordo com a Polícia Civil, a notícia crime chegou ao conhecimento dos policiais no mês de novembro de 2018, com informações trazidas pelo pai de uma menor de 9 (nove) anos de idade, alegando que sua filha sofreu abusos sexuais praticado pelo próprio avô.

Em declaração prestada pela criança para autoridade policial, a vítima relatou que passou a sofrer abusos sexuais desde que tinha 7 anos de idade, sendo estes praticados quando o avô a levava para a roça. Ainda de acordo com a polícia, investigações apontaram que o modus operandi do estuprador foi perpetrado com abuso de confiança, utilizando-se de ameaça e domínio sobre a neta para praticar os atos sexuais e libidinosos.

Diante de robustos elementos de informação coletados na fase investigativa, a polícia representou pela prisão preventiva do acusado e, preenchidos os pressupostos legais, quais sejam, a prova da materialidade, os indícios de autoria e a necessidade de acautelar a ordem pública, a justiça decretou a prisão preventiva do agricultor, com a consequente expedição do mandado de prisão assinado pelo Juiz de Direito da 1ª Vara da Comarca de Parintins, Exmo. Dr. Lucas Couto Bezerra.

Antes o exposto, os investigadores se deslocaram até a comunidade de São Benedito do Simão, rio Jacú, zona rural do município de Parintins/AM (distante 49 km da zona urbana de Parintins), onde efetuaram a prisão do acusado.

O mesmo irá responder pela prática do delito previsto no artigo 217-A do CPB (ESTUPRO DE VULNERÁVEL), e tão logo será encaminhado para Unidade Prisional de Parintins, onde ficará à disposição da Justiça.

Fonte: Polícia Civil de Parintins

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.