Parintins em Destaque
O Jornal Popular da Ilha

“Preço de ouro”: Parintinenses denunciam alto preço dos alimentos naturais

Muitas denúncias dos altos preços foram postadas por parintinenses nos comentários, da publicação de Hamilton Bahia, até mesmo em cidades vizinhas.

A mesa do parintinense está ficando cada vez mais cara. Se não bastasse o aumento dos preços nos produtos e materiais de prevenção ao coronavírus (Covid-19), produtos alimentícios nos supermercados, o parintinense agora, se deparou com vendas “a preço de ouro” dos alimentos naturais, como a banana, tucumã e a farinha que acompanham a culinária diária do amazonense.

De acordo com denúncias chegadas a redação do site parintinsemdestaque.com, tem consumidor pagando até R$ 10 em uma palma de banana, segundo o denunciante. Em duas semanas atrás o valor máximo era de R$ 5. “A mesma coisa acontece com a farinha, era R$ 5 e hoje você paga de R$ 7 a R$ 8 pelo produto”, afirma o fotógrafo Hamilton Bahia em sua página no facebook.

Muitas denúncias dos altos preços foram postadas por parintinenses nos comentários da publicação de Hamilton Bahia, assim como, de cidadãos das cidades vizinhas que também vêm sofrendo com o aumento dos preços. “Cadê as fiscalizações nas feiras da praça do Sagrado Coração de Jesus, da francesa e outros pontos de vendas desses produtos. pois todos sabemos que não é o momento para aumento dos preço desses alimentos que é consumido pela população no nosso dia a dia”, questiona o fotógrafo.

Da Redação
Fotos: Hamilton Bahia

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.