Parintins em Destaque
O Jornal Popular da Ilha

Presidente da Câmara de Parintins esclarece sobre Indicação para suspender aulas presenciais até o fim de 2020

O documento aponta à Prefeitura Municipal de Parintins, por intermédio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), que as aulas presenciais da rede Municipal de Ensino de Parintins permaneçam suspensas até o final do ano letivo de 2020 e que sejam retomadas apenas no ano letivo de 2021, mantendo atividades, de forma remota e não presenciais, com ampliação do programa “Aprendendo em casa nas ondas do Rádio”.

Polêmica sobre Indicação Coletiva da Câmara Municipal de Parintins delineou o pronunciamento do vereador Telo Pinto (PSDB) na manhã desta terça-feira (06/10). A propositura foi votada e a aprovação se deu de forma unânime pelos parlamentares da Casa na Sessão Ordinária de segunda-feira (05/10).

O documento aponta à Prefeitura Municipal de Parintins, por intermédio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), que as aulas presenciais da rede Municipal de Ensino de Parintins permaneçam suspensas até o final do ano letivo de 2020 e que sejam retomadas apenas no ano letivo de 2021, mantendo atividades, de forma remota e não presenciais, com ampliação do programa “Aprendendo em casa nas ondas do Rádio”. Contudo, a matéria divulga a expressão “Fim do ano letivo” e causa debates, pois a tônica leva à interpretação de que havia sido solicitado o cancelamento do ano letivo de 2020.

“Jamais iremos ser irresponsáveis nesse nível. Estamos cuidando de saúde pública. Cabe a nós fazer essas Indicações para dar suporte, para também salvaguardar alunos, professores, gestores de escolas e, assim, preservar suas famílias de se infectarem por esse vírus maldito, porque essa pandemia só vai acabar quando tiver a vacina”, disse.

Elucidado o fato, comentou sobre o processo eleitoral e posicionamentos de candidatos nas redes sociais, tanto ao Executivo como Legislativo, pontuando sobre o papel de um vereador. “Não tenho dúvida nenhuma que esta Casa Legislativa, essa 17ª Legislatura tem feito seu papel fundamental de legislar em prol do nosso povo, de levar ao Executivo demandas que vão de encontro à necessidade maior dos nossos munícipes”, frisou.

À Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) cobrou reforma e construção de escolas na área de Várzea. “Já feita a solicitação da construção e recuperação de todas as escolas de Várzea. Já estamos na fase final do verão e precisamos acelerar. O Prefeito determinou a compra de uma quantidade de madeira, justamente para fazer esse suporte”, concluiu.

Clely Ferreira/Secom

Foto: Divulgação

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.