Parintins em Destaque
O Jornal Popular da Ilha

Semed dá continuidade a regularização de APMCs nas escolas da área indígena de Barreirinha

Semed dá continuidade a regularização de APMCs nas escolas da área indígena de Barreirinha.

A Secretaria Municipal de Educação (Semed), por meio da Coordenação dos Programas Federais da Instituição, reuniu esta semana com os gestores, presidentes e tesoureiros das diretorias executivas da Associação de Pais, Mestres e Comunitários (APMC) da Escola Municipal Nossa Senhora de Aparecida, da Aldeia Castanhal, e escola Professora Rosa Cabral, da Aldeia Ponta Alegre.

De acordo com o secretário de Educação, Márcio Rogério, o objetivo da reunião é legalizar todas as escolas que estejam aptas a ter a APMC. “As escolas que estiverem regularizadas vão ter a possibilidade de receber recursos de forma independente, que vai diretamente para a conta das associações. Com isso, vão poder fazer, por exemplo, a manutenção de materiais de expediente e materiais pedagógicos, que vem a somar com o trabalho já realizado pela Semed”, explica.

A coordenadora pedagógica, Valdeilza Alves, esclarece que a Semed tem a responsabilidade de dar assistência as escolas nesse processo de organização. “Nós, enquanto Instituição, estamos dando todo suporte para que as associações sejam legalizadas. Os técnicos vão até as escolas para saber a situação de cada uma e, após a consulta, a equipe verifica o que precisa ser feito”, enfatiza.

Conforme a coordenadora de programas federais, Rafaela Alves, atualmente Barreirinha possui 38 escolas com APMCs legalizadas, e com a atuação da Semed esse número tende a crescer. “Nossa equipe está empenhada em buscar a constituição de mais associações nas escolas. É uma preocupação nossa, pois a independência financeira dessas escolas vem contribuir com as necessidades básicas de cada uma. Precisamos do maior número possível”, finaliza.

 

Decom PMB

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.