Parintins em Destaque
O Jornal Popular da Ilha

Tião Teixeira considera legítima e justa a luta dos profissionais da educação por direitos

O presidente da Câmara Municipal de Parintins em Exercício, Tião Teixeira (PTB), manifestou apoio integral do Poder Legislativo ao movimento de professores e servidores estaduais da educação na busca por direitos constitucionais, em pronunciamento na sessão ordinária desta terça-feira, 07 de maio. O vereador abriu as portas da Casa Legislativa para receber os profissionais em mobilização da categoria, no 16º dia letivo de paralização, em Parintins.

Para o parlamentar, é legítima a luta dos servidores da educação estadual por reajuste salarial de 15%, referente a revisão de 4,74% do Índice de Preços ao Consumidor (IPCA) 2018 e a reposição do poder de compra perdido de 10,6%, de 2015 a 2018, de acordo com estudo do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Tião Teixeira apelou para a sensibilidade do Governo do Estado do Amazonas em firmar um acordo justo com a categoria.
Conforme o presidente da Câmara Municipal de Parintins em Exercício, os profissionais exigem ao governador Wilson Lima, além do reajuste salarial, a revisão de auxílio localidade, congelado há três décadas no valor de R$ 30,00, benefício concedido aos servidores do interior do Amazonas; revisão do auxílio alimentação por turno; reajuste do auxílio transporte sem desconto de 6% aos professores de Manaus; melhorias na infraestrutura nas escolas, na merenda e segurança.

Tião Teixeira comparou o Produto Interno Bruto (PIB) do Amazonas, entre as 10 grandes economias do Brasil, com o do Maranhão, onde é pago o maior piso salarial da educação no País, para declarar que o governador Wilson Lima pode conceder o reajuste de 15%. “Não podemos admitir que o Amazonas fique atrás do Maranhão na valorização da educação. Por isso, abraçamos a mobilização para que as metas pretendidas sejam alcançadas”, assegurou.

Texto: Assessoria parlamentar
Foto: Simone Brandão

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.