Parintins em Destaque
O Jornal Popular da Ilha

Toadas 2019 do Boi Caprichoso têm estilo de Alex Pontes no charango

Após anos afastado do processo de produção musical do Boi-Bumbá Caprichoso, o cantor e compositor azulado, Aléx Pontes, imprimiu seu estilo marcante de tocar charango em 11 toadas produzidas no Estúdio ABM, em Manaus. O talento do músico com o instrumento ficou conhecido em meados da década de 1990, com a banda Canto da Mata, criada em 1994 para gravar a fita do Caprichoso, que marcou a estreia de David Assayag como intérprete de toadas em algumas faixas.

Nos CD’s do Caprichoso de 1995, 1996 e 1997, Alex Pontes fez dupla com Mailzon Mendes na gravação de charango. Pequeno instrumento de cordas de origem sul-americana, da família do alaúde, o charango foi introduzido no Festival Folclórico de Parintins, especialmente nas toadas do Boi Caprichoso, em 1987, pelo músico e compositor Silvio Camaleão, em substituição ao cavaquinho, que é característico do gênero do samba.

Com a Banda Canto da Mata, Alex Pontes se tornou referência de músicos do Caprichoso, fez parte da banda oficial de arena, viajou com o boi pelo mundo e emplacou toadas de sucesso como compositor. O presidente do Caprichoso, Babá Tupinambá, afirma que a participação do músico no CD 2019 é uma forma de reconhecer quem muito contribuiu com o bumbá e deu uma nova cara à toada no festival de Parintins.

Nesse ano, Alex Pontes dividiu o trabalho de charango com o músico Arlen Barbosa, que gravou as outras 11 toadas na produção do CD duplo “Um Canto de Esperança para a Mátria Brasilis”. Um dos produtores musicais do bumbá, Neil Armstrong assegura que a levada de Alex Pontes tocando charango é resultado da vivência e da experiência no gênero da toada. “Esse estilo do Alex, somado ao talento do Arlen, fez as toadas crescerem muito”, afirma.

Assessoria do Bumbá

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.