Parintins em Destaque
O Jornal Popular da Ilha

Usina de Oxigênio da Unidade Hospitalar chega a Barreirinha

Para o prefeito, Glenio Seixas, essa conquista é um marco para o município e representa um avanço no campo da saúde, principalmente, nesse período de pandemia.

A Usina de Oxigênio Medicinal adquirida pela Prefeitura Municipal, foi recepcionada na tarde desta sexta-feira (14), pelo prefeito, Glenio Seixas, no aeroporto da cidade de Parintins. Na companhia do vice-prefeito, Ridson Barbosa, dos vereadores da Câmara Municipal e dos secretários municipais, o equipamento foi transportado da cidade Curitiba (PR) em um avião cargueiro da Força Aérea Brasileira (FAB) e, nesse momento, está sendo conduzido por balsa rumo a Barreirinha. A usina vai chegar ao porto da cidade na manhã deste sábado (15).

Para o prefeito, Glenio Seixas, essa conquista é um marco para o município e representa um avanço no campo da saúde, principalmente, nesse período de pandemia. “Nós estamos trabalhando com planejamento, para garantir um benefício muito importante para a nossa população. Tanto na primeira quanto na segunda onda, tivemos uma dificuldade muito grande de adquirir oxigênio para nossa unidade mista. Com esta aquisição, vamos suprir a demanda no abastecimento das balas de oxigênio em nossa unidade hospitalar e também para outros municípios que padecem pela a falta de insumo”, enfatiza.

A Usina de Oxigênio Medicinal PCI. DOCS 200 tem a capacidade de produção de oxigênio de 12 M³/Hora, ao mês resulta em 8.760 M³, com pureza a oxigênio de 93%. O vice prefeito, Ridson Barbosa, ressaltou a importância de investimentos como esse na saúde pública. “A instalação da usina com certeza vai ajudar a salvar vidas em meio aos temores que a pandemia ainda nos causa. Essa conquista é do povo de Barreirinha que merece receber e usufruir de benfeitorias que valem a pena ser investidas, como o caso da saúde municipal, que a cada dia será mais valorizada em nossa gestão”, destaca.

Mesmo com a subida das águas na Unidade Hospitalar Coriolano Lindoso, a instalação da Usina não vai ser prejudicada. “Nós nos preocupamos em construir um local seguro para ser instalado o equipamento, dessa forma, mesmo com a enchente dos rios nós vamos conseguir inaugurar o mais breve possível”, ressalta o secretário de Saúde.

A previsão para a inauguração da Usina de Oxigênio é de até 30 dias.

 

Texto e fotos: Decom BAE

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.